ABL Juntos_ 72º Aniversário da ABL_PIB. Olaria_27/11/2018

ABL Juntos_ 72º Aniversário da ABL_PIB. Olaria_27/11/2018
Outras fotos no Facebook da ABL

Marido de aluguel

Um dia desses recebi um panfleto na caixa de correspondências do meu prédio. Era de um profissional oferecendo seus serviços para pequenos reparos domiciliares. O título do panfleto dizia: “Contrate um marido de aluguel – Conserto torneira pingando, ralo entupido, fechaduras e outros serviços de sua casa”.

Achei muito interessante o panfleto, ainda mais porque eram mais ou menos as coisas que estavam precisando de conserto em minha casa”. Confesso que sou ruim nesta área. Tenho tremendas dificuldades para consertar coisas. Só para ter uma ideia, num natal, quando minhas filhas eram pequenas, comprei um bicicleta de presente para elas. A vendedora perguntou se eu gostaria de levar e montar em minha própria casa. Achei que daria conta do recado. O guidom ficou um pouco torto e quase quebrei um aro por tentar colocar um parafuso que jamais tinha sido projetado para aquele lugar.


Pois bem, ao receber o panfleto do marido de aluguel, alistei algumas coisas que precisavam ser consertadas lá em casa. Anotei uns cinco itens.

Com disposição sai a campo. O primeiras deles era comprar o puxador da geladeira que tinha quebrados há uns dois anos. Depois de entrar em três lojas comprei o puxador. Chegando em casa, percebi que a vendedora tinha me fornecido um diferente do modelo da geladeira que possuímos. Volto na loja no dia seguinte para efetuar a troca. Depois de sumir por aqueles corredores amontoados de peças, vem a moça com a notícia que daquele modelo não tinha mais. Peguei o dinheiro de volta e fui até uma outra loja. Tinha o modelo, mas a tampa que compõe o puxador, estava em falta.

Agora tenho que separar mais uma parte do dia para tentar achar esta pequena peça. Aproveitei também para comprar a vela do filtro que há muito precisava ser trocada. Também resolvi o problema de uma prateleira que chegou a cair. Para minha infelicidade, a tal prateleira resolveu acabar de cair no exato momento em que eu estava chegando em casa. Disse para meu genro que estava passando alguns dias de férias lá em casa para orar por mim.

Ainda falta o ventilador do quarto que precisa ser trocado, a torneira da pia da cozinha que está pingando sem parar e algumas outras coisinhas que precisam ser resolvidas.

Isso me faz lembrar um amigo que, ainda solteiro, foi visitar seu irmão casado e ao sair do banheiro comentou que consertar a torneira do banheiro que apresentava um defeito era a coisa mais fácil do mundo. Seu irmão, em um tom bem humorado disse: “Obrigado por vir em minha casa para aguçar um problema que estou administrando há algum tempo com minha esposa”.

Para o homem, de um modo geral, viver numa casa com esses pequenos problemas não se torna um transtorno mas, para a mulher, as coisas são diferentes. Por isso, amigo, se você quer que seu casamento fique ainda melhor, não se descuide de sua casa. É o que estou fazendo na minha. Orem por mim. Ainda falta consertar o ventilador,  a torneira da pia...

E não se esqueçam de orar pela Bete também...


Pr. Gilson Bifano
http://www.clickfamilia.org.br/default.aspx?pagecode=945